Nossa história

Bem-vindo

Histórico da Assembléia de Deus em Miguel Couto

A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Miguel Couto teve início como ponto de pregação pertencente à Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Belford Roxo, no ano de 1937, situada na rua Silvia em Miguel Couto.

O primeiro obreiro a assumir a direção deste trabalho foi o saudoso irmão Auxiliar de Trabalho Hernandes, no ano de 1937, cujos esforços, dedicação e espiritualidade eram notórias a todos, alcançando a posição de Presbítero.

Em 1940 constavam como membros em comunhão: Pb. Hernandes, irmãos Máximos, Ramires Guedes, Moacir, Nelson Pereira, Alcino, Manuel do Vale, e irmãs Augusta, Maria Guedes, Rosa e Maria Vale.

De 1937 a 1942 foram dirigentes da congregação os irmãos Pb.Hernandes, Máximo, Alcino e Manuel do Vale.

O quinto dirigente foi o saudoso Pastor Joaquim Antônio dos Santos, vindo da Igreja Sede como Presbítero. Em sua administração houve um grande progresso espiritual em nossa Igreja, devido à fervorosa vida de oração de seus membros. A oração dominical iniciava-se às quatro horas da manhã e terminava as dez, quando se dava início a escola dominical.

A conseqüência disso foi o aumento do número de membros em comunhão para cinqüenta e o pequeno templo de sapé, de oito metros de cumprimento por três metros de largura, já não comportava o povo.

Em 1952, o terreno da rua Silvia foi trocado por um na rua “E”, onde construíram um novo templo, inaugurado em 1955.

Como conseqüência dos esforços dos obreiros, obteve-se a salvação de muitas almas e abertura de muitos subpontos de pregação: Babi, Nova Aurora, José Bulhões, Iguaçu Velho, Palheiras, Santa Rita, Jope, Adrianópolis, Rio D’0uro, etc. Estes subpontos passaram para a responsabilidade da Sede no dia 2 de fevereiro de 1967, quando a igreja alcançou a emancipação.

Agora como Igreja Matriz de Miguel Couto o crescimento foi bem maior. Em 1975 a convenção assumiu a Igreja, jubilando o Pr. Joaquim Antônio dos Santos. O sexto dirigente da Igreja foi o saudoso Pr. Oziel de Paula, que era admirado por todos e amado por sua espiritualidade, zelo e amor à obra de evangelismo pessoal, o que ocasionou a conversão de muitas famílias, como também um poderoso avivamento na Igreja devido ao zelo pelo ensinamento bíblico na Escola Bíblica Dominical, bem como o amor dedicado individualmente a cada membro. Em seus onze meses de ministério deixou organizada a infra-estrutura administrativa da igreja, bem como de seus departamentos. Foi o fundador da UMADEMC – 1ª sigla da União de Mocidade após a UMADER – e apresentou o nome do Pb. Pedro Pinheiro para o Ministério Pastoral. Após terminar sua carreira foi chamado pelo Senhor para a Glória, juntamente com sua esposa.

O sétimo dirigente de nossa Igreja foi o Pr. Pedro Pinheiro, que havia sido alguns anos antes um dos primeiros professores da Escola Dominical e vice-presidente da Igreja. Trabalhador esforçado em suas funções ministeriais.

Na sua saída, a Igreja ficou sob a intervenção da CEADER, na responsabilidade do Pr. Joel Valentim Vieira. Na época o ministério da Igreja permitiu a emancipação da congregação em Grama, entregando-a ao Pr. Pedro Pinheiro com cento e cinco membros.

A CEADER, a pedido da Igreja, consagrou o Pb. Joedson Costa Dias ao ministério da Santa Palavra, sendo levado a Pastor Presidente, função em que permanece até o dia de hoje.

Atualmente temos experimentado o poder de Deus na Igreja e presenciado uma administração exemplar, mantendo as doutrinas tradicionais da Assembléia de Deus, bem como um progresso material com um aumento considerável de nosso templo e no número de membros em comunhão, inclusive com congregações em outros estados e também no exterior.

A Assembléia de Deus em Miguel Couto pode dizer que “até aqui nos ajudou o Senhor”.

ESTATUTO SOCIAL DA PRIMEIRA IGREJA EVANGELICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MIGUEL COUTO

6 comentários sobre “Nossa história

    • Nossos batismos eram realizados no rio, mas infelizmente hoje em dia dificilmente encontraremos um lugar em condições de realizar um batismo, então realizamos nossos batismos no tanque batismal na igreja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *